Av. José Wilker Ator, 605

Sala 826 - Barra da Tijuca

21 3081-5603

Atendimento ao cliente

Seg - Sex: 9h às 18h

Horário de atendimento

Cuidados necessários com crianças na piscina

O verão está chegando e com ele, muitos momentos para se divertir com toda a família, inclusive, com as crianças na piscina.

Essa interação, ainda que seja ideal para promover uma série de brincadeiras leves e divertidas, exige também cautela por parte dos pais. Isso porque a piscina representa riscos para as crianças, especialmente as menores. O afogamento, a propósito, é a segunda maior causa de mortes acidentais nos pequenos, ficando atrás apenas de acidentes com transportes e/ou trânsito.

Para te ajudar a proteger o seu bem mais precioso, que é a sua família, trouxemos neste artigo algumas dicas do que fazer para manter esse ambiente seguro para as crianças.

Boa leitura!

1. Supervisão de adultos é a base para a segurança

Crianças nunca devem estar sozinhas na piscina – nem por poucos minutos, nem que estejam com boias. Mesmo nestes casos, contusões e cãibras podem ocorrer e desesperar o pequeno, que sem saber como agir, pode acabar se afogando mesmo em piscinas mais rasas.

2. E se a criança tiver menos de 4 anos?

O recomendado é que o adulto esteja sempre DENTRO da piscina com ela, a no máximo um braço de distância para socorrer a criança em qualquer ocorrência.

3. Cerque a área da piscina

A área da piscina deve ser sempre cercada em casas com crianças, preferencialmente com um modelo de portão que não possa ser facilmente aberto por elas. Alarmes sonoros também são muito indicados nesse ambiente.

Se a ideia for colocar grades, elas devem ser de no mínimo 1,20 m, de modo a evitar que as crianças consigam pular o cercado.

4. Uso de boias

Mesmo as crianças já familiarizadas com piscina ou que estejam aprendendo a nadar devem ter boias, no mínimo, a sua disposição na piscina. Isso porque elas podem ser as grandes responsáveis por salvar a vida do pequeno, especialmente em um momento de desespero ou acidente.

5. Cobertura

É fato que a cobertura é indicada em piscinas para aumentar a durabilidade e proteção delas. No entanto, é fato que elas também podem evitar acidentes, especialmente em momentos em que a piscina não está sendo usada, como de noite, por exemplo.

6. E o piso?

Parece que não, mas a escolha do piso também pode evitar muitos acidentes na área da piscina. É fundamental que ele seja antiderrapante, evitando não só quedas externas da criança, como de quedas que levem para o interior da piscina.

Evitar correr nessa área também é recomendado, assim como promover brincadeiras violentas na piscina ou suas proximidades, como cavalinho ou luta, por exemplo.

7. Deixe os brinquedos longe da piscina

O recomendado é retirar sempre os brinquedos da região da piscina assim que eles não estiverem mais sendo utilizados, evitando que as crianças se sintam atraídas por essa área.

8. Ensine a criança a usar a escada

Se desde pequena a criança for acostumada a utilizar a escada para entrar e sair na piscina, as chances de que ela entre pulando e se machuque na piscina são baixas.

Este artigo foi útil? Compartilhe!

Está gostando do conteúdo? Compartilhe!

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

posts recentes

Profissional limpando piscina

5 Dicas para manter sua piscina limpa

5 Dicas para manter sua piscina limpa
1. Cuide da área externa
2. Limpe regularmente a área interna
3. Limpe as bordas e paredes da piscina com frequência
4. Mantenha o tratamento químico em dia
5. Esteja em dia com as revisões do motor

LEIA MAIS

Receba novidades

Open chat